Não quero nada que rime com o amor…

Tem dias que a gente acorda com pavor de amor. Deve ser culpa dos filmes. Ou culpa do destino, quem sabe!? Mas é inegável que, muitas vezes, o amor é visto como a pior coisa que poderiamos sentir. Não só visto, mas como sentido…Eu sei que o amor é uma coisa boa, mas ele é meio viciante e quando se ama, mesmo sofrendo, sempre se quer mais. A única coisa que queremos nessas circunstâncias é um amor que funcione, mas já parou pra pensar que o problema pode não ser com você, mas sim com o amor?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: